Prefeita

Primeira e única mulher à frente da Prefeitura de Salvador, Lídice foi eleita em 1992 com o apoio de uma ampla coligação partidária. Sua administração foi marcada por realizações voltadas para a área social. Apesar do grande cerco político, econômico e de comunicação comandado pelo grupo político que governava a Bahia na época, Lídice resistiu até o último dia do mandato.

Na sua administração, promoveu políticas sociais inovadoras e educativas, por meio de inúmeros projetos, destacando-se a Fundação Cidade Mãe, premiado nacional e internacionalmente e um dos mais bem sucedidos programas de assistência a crianças e jovens  desenvolvidos na Bahia.

Ainda como prefeita promoveu a participação da Prefeitura de Salvador como signatária da carta de fundação do Centro Ibero Americano de Desenvolvimento Estratégico Urbano (CIDEU), voltado para a prática de novas formas de realização do planejamento urbano das grandes cidades. Mapeou e apoiou os “sítios” históricos e devocionais. Moralizou e profissionalizou o Carnaval de Salvador proporcionando um maior desenvolvimento econômico da cidade e do turismo no Estado da Bahia.

A sua gestão na Prefeitura tem sido até hoje motivo de pesquisas e estudos em institutos, universidades e faculdades, sendo tema de teses de mestrado e doutorado.

Foi Lídice quem fez:

  • Salvador foi a primeira cidade do país a ter computador e internet nas escolas públicas municipais.
  • A Fundação Cidade Mãe, criada por Lídice, tirou das ruas mais de 8 mil crianças e adolescente em apenas 2 anos.
  • Renovou e ampliou a frota de ônibus de Salvador. E reduziu o preço da passagem que, antes dela, era a segunda mais cara do país.
  • Construiu mais de mil casas para famílias desabrigadas pelas chuvas: 750 em Mussurunga, 124 na Baixa do Camurujipe e 150 em Santo Inácio.
  • Construiu a ligação Iguatemi-Paralela.
  • Construiu a ligação Garibaldi-Lucaia.
  • Construiu as ligações  Suburbana–Pirajá e Canabrava-Paralela.
  • Recuperou, ampliou e reurbanizou a Colina do Bonfim.
  • Urbanizou o bairro da Boa Viagem.
  • Construiu a Estação Pirajá.
  • Recuperou a estação do Aquidabã
  • Recuperou a Estação da Lapa.
  • Criou os terminais São Caetano, D. Eugênio Sales e o Fazenda de Coutos II.
  • Recuperou a Estação Iguatemi, antes abandonada, construindo um viaduto e acessos exclusivos para ônibus.
  • Criou a Central 156, um serviço de atendimento imediato à população e um canal direto com a prefeitura.
  • Profissionalizou o Carnaval de Salvador. Criou o circuito Barra-Ondina e descentralizou a festa, levando a folia para 23 bairros e duas ilhas.

O
voto
que me
representa

Fique por dentro



X